Mais uma noite

     Em mais uma terrível noite, daquelas em que não consigo arranjar nada para fazer, dei por mim a observar e admirar fotografias tuas, num álbum que supostamente deveria estar guardado, escondido, num daqueles baús que ficam no sótão a envelhecer, envolvidos em teias. Era de esperar que isto acontecesse, deixei-o bem a mercê de uma possível fraqueza e fragilidade que sempre acontecem em momentos de solidão.

     E era realmente isso que estava a sentir... solidão, era essa a palavra-chave para resolver o enigma dos meus sentimentos nestas noites tão tristes, onde as horas caminham para um novo dia e os minutos esses, passam tão lentamente que eu acabo por me perder na moleza dos ponteiros que teimam em demorar a avançar.

     Observo cada fotografia com tamanho pormenor que parece ser a ultima vez que vou tocar nelas, mas ambos sabemos que isso não vai acontecer, porque tu meu coração, falaras mais alto, os teus batimentos ecoarão tão alto, que a tua vontade se vai sobrepor ao meu orgulho ferido pelo adeus de quem tu tanto amas.      

 

Um desenho animado para animar.

 

 

 

publicado por diariodesentimentos às 15:03 | favorito
tags: , ,
sinto-me: sozinha
música: Se eu nao te amasse tanto assim - Ivete Sangalo